O uso da chupeta em crianças ainda causa muita polemica entre pais e especialistas. Por outro lado, ela é um item comum no enxoval do bebê que muitos papais e mamães optam por usar, por ser um método válido para acalmar as crianças nos primeiros meses de vida. No entanto, seu uso é associado a uma possível interferência no desenvolvimento oral e na amamentação, principalmente se o seu uso for frequente. A duvida é: apesar de acalmar, seu uso pode trazer mais riscos do que benefícios para os pequenos?

Os pais devem conhecer os riscos e terem orientação para poder tomar uma decisão consciente. Mas, essa escolha é pessoal e o uso da chupeta é uma opção de cada papai e mamãe.

Então, hoje iremos esclarecer alguns pontos polêmicos sobre o tema, para te ajudar a tomar uma decisão com mais clareza. Confira os mitos e verdades:

O uso da chupeta pode atrapalhar a amamentação?

MITO VERDADE PARCIALMENTE VERDADE 
X
chupeta

A Sociedade Brasileira de Pediatria confirma a relação. No entanto, destaca que as evidencias sobre o tema são conflitantes. Ou seja, quanto mais estabelecida a amamentação, menos os pequenos precisarão da chupeta.

Por outro lado, a Cochrane, que é uma entidade autônoma que revisa evidências médicas, diz que o uso não afeta significativamente a prevalência e duração da amamentação. Já a Associação Americana de Pediatria aconselha que a chupeta seja oferecida ao bebê após a amamentação já estar estabelecida. Ou seja, por volta de 4 semanas de vida (um mês). O uso pode piorar a situação em casos que a mamãe esteja com dor ou lesões nos mamilos. Assim como quando o bebê não faz a pega correta ou não ganha peso. Portanto, todos os fatores devem ser observados antes de oferecer o objeto para a criança.

como-escolher-a-chupeta-1280x720

A chupeta pode atrapalhar o desenvolvimento oral (dentes)?

MITO VERDADE PARCIALMENTE VERDADE
X

Estudos internacionais revelam que o uso prolongado da chupeta é o que está mais associado a problemas dentais. No entanto, segundo a odontopediatra Aline Morais, se o uso for interrompido antes de dois anos de vida, haverá readequação óssea da mandíbula e do maxilar. Ou seja, mesmo que a mordida da criança já tenha aberto um pouco.

Por outro lado, a Sociedade Brasileira de Pediatria alerta que qualquer tipo de uso pode interferir na formação do conjunto de músculos que comandam a fala, deglutição e respiração. Ou seja, especialmente quando se associa ao desmame. Acima de tudo, devido ao aleitamento ser uma etapa fundamental para o desenvolvimento dessa região.

Todas as chupetas são iguais? Qual a melhor opção?

MITO VERDADE PARCIALMENTE VERDADE
X
6 month child girl lying happy holding baby nipple soother in hand on a white background

Caso os pais optem pelo uso da chupeta, a recomendação é que o escudo (parte externa) seja côncava e com orifícios de respiração. Isso evita irritações na pele e lábios do bebê. No entanto, o bico deve ser macio e  seu formato deve permitir que a criança consiga fechar ao máximo a boca ao abocanhar a chupeta. Além disso, ele deve ser ortodôntico e deve manter os lábios unidos, assim como flexível e fino no centro. Essas recomendações reduz o risco de que os dentes se desalinhem.

Da mesma forma, o material faz diferença. O látex é mais natural, no entanto, menos resistente ao calor e ranhura facilita a contaminação por micro-organismos. Portanto, o ideal são os bicos de silicone, que são mais duradouros e higiênicos.

mau-habito

O dedo é melhor que o uso de chupeta?

MITO VERDADE PARCIALMENTE VERDADE 
X

A sucção do dedo é normal em torno dos dois meses de vida. Além disso, a necessidade de sugar faz parte do desenvolvimento dos bebês. No entanto, essa necessidade é suprida pelo aleitamento materno em livre demanda. Caso o bebê nesse período tenha o hábito de levar o dedo á boca, a SBP diz que não tem benefícios oferecer a chupeta como alternativa para substituir. Entretanto, uma opção é que os pais ofereçam mordedores e chocalhos no lugar do dedo ou chupeta.

O uso da chupeta acalma o bebê?

MITO VERDADE PARCIALMENTE VERDADE
X
Newborn beautiful baby sleeping. Closeup portrait

A sucção não nutritiva (o que não é o caso do peito), é uma das estratégias para relaxar os pequenos em momentos de tensão. Consequentemente muitas mamães recorrem a essa técnica. no entanto, segundo especialistas, é importante entender o contexto em que o bebê precisa ser acalmado. Ou seja, para que a chupeta não acabe se tornando uma solução para tudo. Além disso, os papais devem entender que esse período é uma fase e que existem diversas formas de consolar o bebê, principalmente nos três primeiros meses. Como por exemplo com o contato pele a pele, ninas, balançar e o uso de slings.

 

Depois desses 5 Mitos e verdades sobre o uso de chupeta você, mamãe e papai, podem decidir o que acha melhor e mais interessante para o seu bebê. Lembre-se sempre de informar tudo que acontece com seu pequeno e pedir orientações ao pediatra.